7 erros que podem arruinar a sua carreira como redator freelance

Dessa vez não irei falar de técnicas, ferramentas ou hacks sobre a área de redação web. Hoje o papo é mais sobre o comportamento profissional que pode influenciar (e muito!) o seu sucesso ou fracasso como redator freelance.

De antemão adianto que tudo o que será exposto aqui neste post é “baseado em fatos reais” (ooohhh!). Resumidamente é a compilação de algumas vivências e observações que tive ao longo de quase uma década como redator freelance e gestor de conteúdo.

Garanto que há anos atrás, essas dicas me poupariam de muitas coisas ruins na profissão. E se você é um redator iniciante guarde isso como um “manual de sobrevivência”.

Sem mais delongas vamos ao que interessa e prometa para si mesmo que não irá cometer esses erros (ou ao menos irá tentar).

Seja “fominha” e absorva demandas que não consegue atender

É comum que no começo dessa empreitada como freelancer, todo mundo queira pegar o máximo de trabalho possível para “pagar as contas” e conseguir experiência.

No entanto, muitos redatores enxergam uma “mina de ouro” (principalmente em algumas plataformas de freelas) e passam a absorver uma demanda muito acima do que é capaz de produzir.

E aí é que a coisa começa a desandar: prazos atrasados, textos com baixa qualidade e clientes descontentes. E assim, lá se vai a sua reputação como redator.

Descumpra os prazos acordados com os clientes

Como profissional você deve saber que os clientes têm prazos e cronogramas específicos. Por isso, o erro anterior acaba causando mais essa falha: descumprir os prazos acordados.

Essa postura de longe transmite confiança e dificilmente um cliente irá continuar contratando os seus serviços por conta disso.


Leia mais sobre Dig Deeper e como obter novas ideias 


Antes de aceitar uma nova demanda, análise verdadeiramente se terá condições de entregar no prazo estipulado.

Tente negociar com o cliente prazos maiores e se não for possível, recuse educadamente. É melhor perder um trabalho momentaneamente do que perder um cliente para sempre.

Suma e deixe o cliente “na mão”

Essa de longe é uma das piores coisas que você pode fazer para arruinar a sua vida profissional como redator freelance e em qualquer outra profissão.

Parece mentira, mas isso acontece muito! Saiba que com uma atitude assim você acaba se “queimando” no mercado e certamente terá muitas dificuldades em encontrar outros trabalhos.

Se o projeto e os prazos aparentam ser mais difíceis do que foi acordado inicialmente com o cliente, tente renegociar essas questões e explique os motivos.

Seja humilde e reconheça que se enganou ao mensurar a demanda e se for o caso, devolva o valor já pago do projeto (se existir). Mas JAMAIS deixe um cliente sem satisfação ou tome “chá de sumiço”.

Faça cópias de outros textos

Aqui está outra coisa que pode acabar com a sua carreira e reputação como redator freelance: plágio!

Além de ser antiética, essa atitude demonstra total falta de profissionalismo e você ainda pode ter problemas dependendo do que foi copiado.

Outro ponto é que existem muitas ferramentas que conferem a ocorrência de plágio, portanto, se a sua ideia é copiar trabalhos alheios, jamais pense em seguir essa profissão.


Veja 7 dicas para aumentar a sua performance como redator web


Seja indisciplinado como redator freelance

Por mais que o trabalho freelance possibilite mais liberdade e flexibilidade, não significa que você tem que trabalhar quando e como quiser.

Isso é uma grande bobagem que alguns propagam por aí. Os clientes analisam vários fatores ao decidirem por um profissional e quando percebem que algo dará errado, simplesmente eles procuram outro.

Determine horários de trabalho, organize sua agenda e e-mails, tenha uma boa apresentação profissional e trato com os clientes. A indisciplina pode lhe custar muito caro em longo prazo.

“Discutir” preço com o cliente

Aqui me refiro mesmo em discutir no sentido negativo da palavra. O famoso “bate-boca” é a pior postura que um redator freelance pode apresentar para arruinar sua carreira.

Se o cliente não aceitou sua proposta, “bola pra frente” e parta para outra. Se o cliente achou os seus prazos muito longos, deixe-o livre para encontrar alguém mais ágil.

Você até pode explicar o porquê pratica os seus preços, mas jamais fique discutindo com o cliente ou tentando convencê-lo das suas convicções. O mercado é enorme e há clientes para vários perfis.

Lembre-se que a questão de preços é variável em todos os segmentos de negócios e se você sabe o seu valor, não perca tempo querendo provar isso a todo custo para o cliente. Novamente, “bola pra frente!”

Insista em fazer algo que você não domina ou tem habilidade

Esse último erro pode ser um dedo na ferida para muitas pessoas, mas a verdade é que escrever tem muito a ver com habilidade e aptidão. Algumas pessoas possuem essa habilidade mais acentuada e outras pessoas não!

Além do conhecimento de normas gramaticais e outras questões específicas da linguagem, todo redator também precisa ter criatividade e outras habilidades que envolvem organização de ideias e poder de argumentação.

Outro ponto que pode arruinar o seu trabalho é tentar escrever sobre algo que você não domina ou tenha propriedade para explicar. O resultado disso são conteúdos rasos e que só servem para “encher linguiça”.

Embora se propague por aí que qualquer um pode ser um redator com um curso ou outro, lembre-se que essa profissão exige conhecimentos multidisciplinares e que vão além do texto.


Veja 10 construções textuais que você deve evitar hoje mesmo


Dica final para quem deseja seguir a vida de redator freelance

Se eu fosse disseminar um conselho geral, diria que você deve se focar em dominar muito bem um assunto. Torne-se referência em um segmento e escreva com grande propriedade, invés de escrever “maios ou menos” sobre tudo.

Seja “o cara” que domina tudo sobre carros, ou sobre decoração, ou sobre moda ou sobre qualquer outra coisa. Mas tenha foco e não tente abraçar o mundo de uma só vez.

Os clientes irão perceber rapidamente que você sabe do que está falando, principalmente se os mesmos também dominam a mesma área. Lembre-se que a melhor estratégia para fidelizar um cliente é a satisfação.

Por fim, espero que essas “dicas sinceras” façam alguma diferença e que a partir delas você se torne aquele profissional de destaque que sempre imaginou ser.

Artigos relacionados

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.