Tudo-sobre-Webwriting

Webwriting é o conjunto de técnicas utilizadas para redigir e criar conteúdo para ambientes digitais. Sendo assim, o Webwriter é o profissional que atua em mídia digitais na redação de textos.

Crawford Kilian, um dos teóricos da área também resume o que é Webwriting em poucas palavras como

“o conjunto de técnicas que auxiliam na distribuição de conteúdo informativo em ambientes digitais”

Esse conjunto de práticas de escrita são utilizadas para a criação de conteúdos em blogs, sites, aplicativos, podcasts, vídeos, redes sociais e livros digitais.

Em tempos como os atuais, em que a internet se tornou o suporte básico para a produção de conteúdo, o conceito de Webwriting ganha bastante relevância, seja na área do empreendedorismo, bem como em outras áreas, como o jornalismo e a publicidade.

Importância do Webwriting na web?

Essa prática se tornou fundamental para viabilizar estratégias de marketing, desenvolver projetos, divulgação de ideias, de serviços e produtos digitais.

Por conta disso, a redação web merece toda a atenção por parte de empreendedores, designers, jornalistas e vários outros profissionais que trabalham com comunicação.

Mas afinal, o que é Webwriting? Como escrever para a web? Nesse artigo, você vai saber a resposta dessa e de outras perguntas, ficando por dentro de tudo o que diz respeito a essa prática cada vez mais importante.


Confira 7 dicas para aumentar a sua performance como redator web


Jakob Nielsen, um dos teóricos da usabilidade, afirma que as técnicas de Webwriting estão intimamente relacionadas com a Experiência do Usuário, também conhecida por UX. Sendo assim, escrever para web é saber adequar a escrita para os formatos digitais.

Além disso, Bruno Rodrigues, teórico que já publicou livros e artigos acerca do Webwriting, afirma que o texto é o elemento secundário no primeiro contato de um usuário em um site. Por essa razão, é necessário encará-lo como uma marca visual na página.

Quando surgiu o Webwriting?

É possível afirmar que o Webwriting surgiu em meados dos anos 90, a partir do momento em que a internet, gradualmente, foi sendo inserida no dia a dia das empresas, das universidades e das pessoas.

Além disso, no ano de 1997, Nielsen, que é bastante conhecido no segmento da Experiência do Usuário, publicou em seu site resultados importantes sobre a sua pesquisa voltada para o comportamento do texto no âmbito online.

E quais são os principais teóricos do Webwriting?

Escrever para a web exige conhecimento, pois o Webwriting é um conjunto de técnicas e procedimentos que visam ordenar e otimizar textos na internet. Por essa razão, a Redação Web conta com teóricos especializados no assunto.

Jakob Nielsen – Usabilidade

O dinamarquês Jakob Nielsen pode ser considerado um dos pioneiros quando o assunto são as práticas de Webwriting. A razão disso é o fato de que Nielsen sempre foi um pesquisador na área da usabilidade. Essa área tem uma ampla relação com Redação Web.

Entretanto, Nielsen, também conhecido como “o pai da usabilidade”, comprovou durante os anos 90, por meio de artigos e publicações, que os usuários necessitam de textos que se adaptam com os formatos online.

Ao alertar que escrever para a web exige particularidades e conhecimento sobre usabilidade, ele estimulou que a prática da Redação Web recebesse mais atenção de webdsigners e produtores de conteúdo.

Crawford Kilian – o “pai do Webwriting”

Para entender o que é Webwriting, é fundamental saber o que um dos mestres no assunto tem para dizer sobre ele. Kilian é um dos desbravadores da arte de escrever para a web e publicou em 1998 um livro que traz noções importantes acerca desse tema.

“Writing for the web” é até hoje um dos manuais básicos para quem pretende desvendar as particularidades na área do Webwriting.

Redigido na época em que o Bill Gates decretou que “o conteúdo é rei”, o livro oferece ao leitor dicas para criar um conteúdo persuasivo, claro e objetivo, sempre dentro dos padrões que o formato digital exige.

Ainda que no período de publicação do “Writing for the web” não existisse a demanda por dispositivos móveis que tem hoje, é importante dar uma conferida na publicação, pois ela traz as bases para uma boa redação web.

Bruno Rodrigues – Especialista em AI

No Brasil temos o estrategista de conteúdo falando de Webwriting há mais de uma década. Rodrigues lançou a sua primeira publicação sobre o tema no ano 2000. “Webwriting – Pensando o texto para mídia digital” surgiu em uma época em que a internet engatinhava no nosso cotidiano.

No decorrer dos anos, a internet se tornou cada vez mais presente no nosso dia a dia, se tornando imprescindível até mesmo para a realização de estratégias de marketing. Nesse contexto Rodrigues lançou mais dois livros sobre o assunto.

O mais recente livro da trilogia Webwriting foi publicado em 2014. Além disso, Bruno Rodrigues atua na área de Redação para a Web desde 1995, conquistando uma vasta experiência nessa área.

Por que é importante dominar as técnicas de Webwriting?

Por-que-é-importante-dominar-as-técnicas-de-Webwriting

O domínio das principais técnicas de Webwriting é importante devido ao fato de que hoje a presença digital é fundamental para qualquer negócio. Desse modo, saber escrever para a web se tornou a base para várias estratégias de Marketing.

A importância da Redação Web se deve a alguns fatores bem evidentes no atual contexto da era digital. Vamos ver mais os porquês de tudo isso?

Conteúdo de qualidade

O conteúdo na internet já se tornou o primeiro contato entre uma marca e um cliente. É analisando um site e um blog que o consumidor se depara com informações relevantes, bem como a possibilidade de encontrar o produto ou serviço que ele precisa para sanar algum problema.

Por essa razão, a captação de leads, a jornada de compra e outros elementos cruciais para a sua empresa, dependem muito de uma boa apresentação de conteúdo, com textos objetivos e adaptados para diferentes plataformas.

Eficiência na comunicação

De acordo com o norte-americano Peter Russel, estudioso de administração, o domínio das técnicas de Webwriting facilita o processo de comunicação, pois ele “observa que cerca de 90% dos problemas das empresas giram em torno da comunicação”.

As técnicas de Webwriting permitem que o empreendedor consiga conciliar os principais conceitos de Experiência do Usuário e elaboração textual. Dessa forma, os usuários assimilam com mais facilidade a mensagem da marca.

Aumento das vendas

Além de assegurar que o texto obedeça os principais parâmetros da Experiência do Usuário, as técnicas de Webwriting também apontam caminhos para obter uma escrita persuasiva, capaz de fazer o consumidor partir para a ação de compra.

Engajamento com a marca

Graças a uma comunicação mais eficiente e persuasiva, as boas práticas de Webwriting permitem que você consiga consolidar a sua marca na mente dos consumidores. Tudo isso por causa da linguagem adequada e textos bem construídos.

Quais os principais pontos e elementos do Webwriting?

O Webwriting bem feito é uma técnica. Por isso, deve ser realizado levando em conta elementos e detalhes devidamente planejados, que adaptam o texto perfeitamente ao ambiente web.

Por isso, para uma melhor compreensão e aplicação da Redação Web, é necessário conhecer os pontos e elementos principais dela. Você sabe quais são?

Escrita objetiva

A escrita para web deve ser objetiva e concisa. Isso é fundamental, pois os leitores, em sua maioria, navegam rapidamente pela web enquanto pesquisam um produto ou serviço.

Além disso, o ambiente virtual tem muitas informações e distrações. Nesse caso, o texto da sua empresa deve ser objetivo, passando uma mensagem clara e possibilitando uma leitura ágil.

Vale salientar que, de acordo com pesquisas, 79% dos leitores possuem a tendência de não efetuar a leitura completa dos textos. Essa é uma forte razão para escrever com objetividade.

Parágrafos curtos

Ainda de acordo com estudos, textos com parágrafos curtos recebem mais atenção. Isso ocorre porque parágrafos longos exigem mais tempo de leitura e por essa razão, é importante escrever de modo sucinto.

Contudo, os parágrafos curtos também facilitam a leitura, pois eles a tornam mais compreensiva e menos monótona. Um texto para a web sem parágrafos longos é mais atraente da mesma forma que consegue transmitir uma ideia de maneira eficiente.

Escaneabilidade

A escaneabilidade é a prática de simplificar ao máximo a visualização e a compreensão de um texto na web. O objetivo é possibilitar que o texto possa ser assimilado em uma rápida passada de olhos.

Por isso, a escaneabilidade bem feita envolve o destaque de termos em negrito, utilização de lista, parágrafos curtos, subtítulos e outros recursos.

Entre os benefícios que a escaneabilidade oferece para a escrita na web é uma baixa taxa de rejeição ao texto. Essa característica também proporciona que o usuário permaneça mais tempo em sua página e isso é uma conquista bastante relevante para as métricas.

Encontrabilidade

Essa característica se refere à técnica de Webwriting que permite o seu texto ser encontrado na web. E a escaneabilidade bem feita utiliza as técnicas de SEO.

Sendo assim, esse trabalho demanda a utilização de palavras-chaves e construção de links externos e internos. Sem uma boa encontrabilidade o ato de escrever para a web se torna incompleto, prejudicando os seus objetivos, afinal, sempre escrevemos para sermos lidos por alguém.

Estrutura de tópicos

De acordo com os estudos de Jakob Nielsen relacionados ao Webwriting, a redação para web deve levar em conta aspectos funcionais. Desse modo, um texto para a internet não tem a necessidade de possuir um caráter artístico ou literário.

Portanto, para tornar o texto mais funcional e eficiente, é importante que o webwriter crie uma estrutura de tópicos. Esse tipo de estrutura apresenta quebras na leitura. E essas quebras tornam o ato de ler mais ágil e menos cansativo.

Além do mais, essa estrutura também traz vantagens para o redator, pois facilita a organização das ideias e do conteúdo.


Veja aqui 10 construções textuais que você deve evitar a partir de hoje


Linkagem interna e externa

As técnicas de Webwriting também contemplam a construção de textos com links internos e externos. Os links externos conduzem o usuário para outros sites, enquanto os internos conduzem para conteúdos do seu próprio site.

A utilização de linkagem interna e externa é um recurso importante de práticas de SEO, pois é um dos fatores que conta pontos pelos algoritmos dos buscadores. Contudo, é importante não exagerar na quantidade de links nos textos.

Leiturabilidade

O objetivo da leiturabilidade é fazer com que o seu texto apresente uma leitura agradável. Ela é importante para manter a atenção do usuário ao que está escrito.

Entretanto, quando se fala em leiturabilidade, é importante pensar no tempo de leitura que um texto exige bem como na facilidade em encadear ideias. Neste ponto, o uso de conjunções e frases de transições se fazem mais que importantes para a redação web.

Outra técnica que auxilia o redator a encontrar uma boa leiturabilidade é ler o próprio texto em voz alta. Por meio desse procedimento o Webwriter tem uma noção mais precisa do ritmo da leitura e da extensão dos parágrafos.

Entenda a pirâmide invertida para entender Webwriting

Além de conhecer conceitos como leiturabilidade e escaneabilidade, escrever para a web também envolve organizar da melhor maneira possível o seu texto. Para isso, é possível utilizar a estrutura conhecida como pirâmide invertida.

Nas redações de jornais a tal pirâmide invertida é a companheira dos jornalistas. Por meio dela o texto ganha uma estrutura que deixa no topo a parte mais relevante da notícia. Isso auxilia a manter o leitor focado na leitura.

Da mesma forma, podemos dizer que a pirâmide invertida é uma maneira de hierarquizar as partes de um texto. Se no jornalismo ela é importante, na redação para web também.

Sendo assim, como na leitura de um texto na web a maioria dos usuários não rola a tela, manter as informações mais relevantes no início é fundamental. Killian, por exemplo, afirma que é importante fragmentar o texto em blocos que não tenham mais do que 100 palavras.

Entretanto, é interessante salientar ainda que a pirâmide invertida surgiu no jornalismo durante o século XIX após o advento do telégrafo. Era necessário, à época, transmitir as informações mais importantes antes da queda da transmissão.

Hoje em dia, na era digital, em que diariamente os usuários estão cercados por informação, a pirâmide invertida facilita destacar o que realmente importa em seu texto.

Webwriting não serve apenas para textos de blog ou notícias

É fácil pensar que as técnicas de redação para a web são concebidas apenas para o texto escrito em blogs e sites. No entanto, a internet hoje em dia conta com mídias bem diversificadas.

A prática de webwriting auxilia bastante também para roteirizar vídeos para canais no Youtube e materiais de áudio para podcast. Além disso, a redação para web auxilia a desenvolver outros trabalhos importantes como os exemplos a seguir.

Webwriting no e-mail marketing

A técnica de Webwriting no e-mail marketing auxilia na criação de textos objetivos. Isso é essencial para que o usuário mantenha o foco na mensagem.

Vale lembrar que, normalmente, os usuários abrem as suas respectivas caixas de e-mail para analisarem aquilo que é mais importante para eles. Isso é comum devido ao dia a dia corrido e ao excesso de informação diário.

Por isso, as técnicas de Webwriting permitem que você tenha condições de redigir com objetividade as mensagens de e-mail, as tornando atraentes e relevantes para o usuário. Principalmente os títulos dos e-mails marketing.

Anúncios

A prática do webwriting também auxilia na redação dos mais variados tipos de anúncios. Isso é importante para o êxito de campanhas de marketing que almejam divulgar ou vender determinado produto ou serviço.

Por isso, o webwriting ajuda a construir textos e mensagens de forma objetiva, característica que é fundamental para atrair o leitor e ativar gatilhos mentais.

Roteiros de vídeos

O Webwriting também auxilia na redação de mensagens utilizadas nas mídias audiovisuais, as tornando mais dinâmicas e persuasivas.

Portanto, a boa prática de Webwriting para roteirizar um vídeo deve usar palavras que sirvam como um complemento para o que está sendo mostrado em tela, seja para comerciais publicitários ou materiais documentais.

É importante, portanto, manter a objetividade por meio de frases curtas. Desse modo você evita sobrecarregar o usuário com excesso de informação.

Webwriting nas redes sociais

O Webwriting nas redes sociais também deve priorizar os textos curtos, pois as redes são redutos para mensagens rápidas. No entanto, é fundamental que o redator leve em consideração o tipo e o propósito da rede social em questão.

O Twitter, por exemplo, permite uma quantidade restrita de caracteres, obrigando que a mensagem seja construída de forma objetiva, priorizando a ideia de que “menos é mais”.

Por outro lado, o Facebook permite textos mais longos, porém ainda assim é fundamental priorizar os preceitos básicos da redação para a web, adotando parágrafos curtos e a pirâmide invertida.

Portais

A redação para portais na web também prioriza mensagens curtas. Os parágrafos pouco extensos facilitam na organização das informações. Por isso, é importante aplicar as regras de Webwriting inclusive na criação de conteúdo para portais.

Sites

As técnicas de Webwriting são fundamentais para a organização de conteúdo também em sites. Ela permite ordenar as informações de modo claro, sem confundir o usuário, tornando a leitura na web mais ágil e menos cansativa.

Webwriting VS UX Writing

Webwriting-x-UX-Writing

Além dos formatos que já mencionamos acima, há outra área que vem ganhando destaque nos últimos anos em relação à redação web: UX Writing.

O UX Writing tem relação com a User Experience, que é a famosa e importante “Experiência do Usuário”.

Essa área compreende a escrita de microtextos usados em produtos e interfaces digitais como aplicativos. Esses pequenos textos podem ser utilizados em botões, notificações, mensagens de erros e instruções de uso.

Se hoje em dia designers e programadores priorizam a responsividade de um site, optam por fontes adequadas e sabem organizar os elementos para não confundir você, a culpa é dessa tal de UX.

Sendo assim, a UX Writing é a Experiência do Usuário em conjunto com a redação web. O objetivo dela é tornar um texto o mais funcional possível, conseguindo equilibrar a experiência do usuário com o que a voz da marca.

Webwriting e SEO – Uma combinação mais que essencial

Quem quer se aprofundar nos principais elementos de Webwriting vai se deparar várias vezes com as famosas técnicas de SEO.

Uma dessas técnicas mais conhecidas e eficientes é destacar nas postagens os termos de busca mais relevantes para o público-alvo. Há também outras, como a linkagem, a inserção de legendas em fotos e o uso de intertítulos no texto.

Ciente de que uma das principais características do Webwriting é prezar pela funcionalidade e encontrabilidade de um texto, as técnicas de SEO se tornam ingredientes essenciais para a criação de um conteúdo com alto poder de engajamento.


Você sabe o que é Semântica? O sentido das palavras pode mudar o entendimento do seu texto. Saiba mais neste post


Sendo assim, podemos concluir que a redação para a web consegue equilibrar os principais requisitos de SEO com as técnicas básicas de Webwriting, tais como escaneabilidade e a encontrabilidade, por exemplo.

Quem pode ser ou se tornar um Webwriter?

Hoje em dia, como boa parte do mercado de trabalho tem a internet como uma das principais ferramentas, o conhecimento de Webwriting é importante para vários profissionais.

Além disso, ter habilidade natural com a escrita e estar antenado às novidades digitais são detalhes fundamentais que facilitam o domínio das técnicas de Webwriting.

No entanto, é notório que algumas funções vão exigir noções de como escrever para web de forma mais aprofundada. Algumas dessas áreas são como figuras carimbadas no mundo do Webwriting.

Publicidade

O texto publicitário normalmente deve ser persuasivo e engajador. Desse modo, as técnicas de Webwriting apontam quais as melhores maneiras de conferir essas qualidades para textos escritos no ambiente online, seja para redes sociais, e-mail marketing e outros canais digitais.

Jornalismo

Quem vem do jornalismo consegue compreender com mais facilidade toda a dinâmica do Webwriting. Todo conhecimento já adquirido na área é importante para complementar outros conhecimentos como o trabalho de estabelecer uma hierarquia de informações e a estrutura de tópicos.

Marketing

Quem tem um negócio e almeja obter para ele uma boa presença online, também deve ter um bom conhecimento acerca da redação web. Isso é fundamental principalmente em relação às estratégias de Marketing de Conteúdo.

Webdesign

Priorizar a Experiência do Usuário, faz com que os profissionais que atuem nessa área também dominem os principais aspectos de Webwriting.

O motivo para isso é bem evidente: um texto devidamente adequado ao ambiente web propicia uma navegação amigável e intuitiva para o usuário.

Briefing de Webwriting – Como criar um

Briefing-de-Webwriting---Como-criar-um

A criação de um briefing de Webwriting deve priorizar a compreensão do propósito do projeto web, seja ele um site institucional, um blog, um portal ou qualquer outro produto digital.

Dessa forma, confira a seguir como estruturar um briefing de Webwriting funcional e objetivo.

1- Quais são os objetivos a curto e longo prazo do site/blog?

2- Quais são os dados demográficos, valores, atitudes e estilos de vida de seu público-alvo desejado?

3- Que traços de personalidade o site/blog deve transmitir por meio de seu tom e forma?

4- O que seus visitantes atuais acham do site/blog em sua forma atual?

5- Qual é a impressão geral que você quer que os visitantes obtenham depois de terem passado algum tempo no site/blog?

6- Que tipo de conteúdo vai promover uma percepção positiva entre os visitantes?

7- Quais atividades você gostaria que os visitantes executassem no site/blog?

8- Qual recompensa você pode oferecer aos visitantes?

Webwriting tem a ver com usabilidade e funcionalidade de um texto

 Como vimos ao longo deste artigo, a redação web possui diversas características que fazem total diferença na criação de bons conteúdos, especialmente quando o conteúdo tem o intuito de entregar boa experiência ao usuário.

Por isso, se você é um profissional de comunicação e deseja trabalhar ou já trabalha no meio digital, os conhecimentos em Webwriting se mostram mais que essenciais.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.