A-era-das-EUgências

 

Pode parecer um termo estranho e até desconhecido, mas a Eugência é a realidade de muitos negócios da área de criação, comunicação e desenvolvimento web.

Você deve conhecer histórias de profissionais que saíram de grandes organizações e passaram a atuar de forma independente, seja por opção própria ou por “força maior” (vulgo necessidade).

Vamos ver então que raios seria essa “coisa toda” de Eugência?

O que seria uma Eugência?

O termo Eugência de fato não existe oficialmente, mas surge como um possível neologismo onde representa o conceito de agência dirigida por uma única pessoa. Eu + Agência= Eugência.

Em geral, uma Eugência surge por iniciativa de algum profissional da área de Publicidade, Marketing, Jornalismo ou Tecnologia da Informação.

Como surgem as Eugências?

Tornar-se uma Eugência geralmente parte de uma profunda reflexão ou mudança interna de conceitos e estilo de vida. O famoso  momento de “chutar o balde”.

Quem é que deseja ficar a vida inteira trabalhando horas a fio em um ambiente estressante, cheio de prazos malucos e “chefes” surtados? Praticamente, ninguém!

A partir dessa reflexão é que muitos profissionais “se lançam” no mercado e partem para o trabalho freelancer e remoto. A paz de espírito e a saúde emocional falam mais alto!

Microagências | Do amadorismo à profissionalização

Ser-uma-Eugência-é-possível

As Eugências já são realidade no mercado

Diferente de um freelancer, uma Eugência possui uma estrutura própria e organizada por meio de parcerias. O passo seguinte é sair do amadorismo e transmitir a imagem de profissionalismo.

A importância de se legalizar

Em primeiro lugar, ter um CNPJ atualmente é muito fácil e simples. Tudo pode ser feito pela Internet e sem grandes burocracias. O MEI está aí para comprovar isto!

Isso faz muita diferença no trato com os clientes, principalmente com médias e grandes empresas que exigem alguns critérios para estabelecer relações comerciais.

Estruturando o seu negócio

A diferença entre um freelancer e uma Eugência se dá exatamente pela sua estrutura que se assemelha a uma empresa sólida.

O negócio em questão deve possuir uma estrutura organizacional (simples, mas organizada) com os pilares básicos de qualquer empresa como:

Finanças;

Recursos Humanos;

Marketing;

Tecnologia.

Como organizar tudo isso? Novamente, a tecnologia está aí para fazer tudo isso de forma prática e simples.

Visão 360º

Não é por que o trabalho é “solitário” que tudo precisa ser engessado e sem inovação.

Uma Eugência deve ter sempre a visão empreendedora e pensar sempre no cenário futuro do mercado e do negócio. Com isso, um plano de negócios deve ser pautado e sempre documentado.

A tecnologia é a grande aliada das Eugências

A-tecnologia-é-a-grande-aliada-das-Eugências

A tecnologia é a grande aliada das Eugências

Engana-se quem pensa que uma Eugência trabalha de forma isolada ou feita por uma só pessoa (na sua essência sim).

Por mais que o mesmo local de trabalho não seja compartilhado, a organização das tarefas deve ser muito bem planejada como qualquer agência.

Afinal, várias ferramentas foram inventadas e estão aí justamente para contribuir com todo esse novo modelo de negócio.

Uma reunião com um cliente pode ser feita rapidamente pelo Skype, então qual o motivo de perder tempo no trânsito e gastar gasolina (caríssima)? Isso não faz mais sentido!

Os benefícios em se trabalhar com uma Eugência  

Será que a qualidade e o comprometimento com o trabalho será o mesmo com uma Eugência dirigida apenas por uma pessoa? Sim, e talvez até melhor!

A redução de custos em relação a grandes agências

Por não precisar de uma grande estrutura nos endereços mais caros da cidade, com estruturas “super cool” e computadores de última geração as Eugências conseguem oferecer serviços similares aos das grandes agências a preços muito reduzidos.

Produtividade otimizada

Com os funcionários trabalhando remotamente em suas atividades não há tempo para a famosa “rádio-peão”, rodinhas de fofoca ou a obrigação de cumprir horários ociosos simplesmente para bater cartão.

Além disso, a desburocratização de processos faz com que os serviços sejam realizados de forma mais ágil e sem desperdícios de tempo e etapas desnecessárias.

Nem tudo é bagunça!

Como muitos podem achar (e acham), ser uma Eugência não é o mesmo que acordar a hora que quer todos os dias, escolher os clientes que deseja atender. Não é nada disso!

Em geral, como uma Eugência depende de uma única pessoa, o trabalho se estende por mais do que as formais 8hrs diárias, afinal tudo dependerá de você.

Já pensou em ser uma Eugência?

E aí, depois de ler tudo isso, você se vê como uma Eugência? Ou já atua como uma e nem sabia?

Porém, nem tudo são flores! Enfrentar o tão concorrido mercado, conseguir clientes, administrar um negócio e outras pessoas é algo que realmente dá medo e assusta.

A ideia de não ter um salário certo todo mês, não ter certos benefícios e outras coisas existentes no mercado formal é algo que espanta muita gente talentosa.

Mas a dica final é sempre acreditar em si e procurar traçar um caminho sólido e real para o que você planeja.

Se a sua meta é ter qualidade de vida e trabalhar com o que ama, ser uma Eugência certamente é o melhor caminho.

Achou bacanas essas ideias? Que tal compartilhar ou enviar para aquele amigo ou colega que já é uma Eugência e nem sabia!

Sou o fundador e principal editor da Verbum Conteúdo. Sou apaixonado por conteúdo em todos os seus formatos.

Também atuo como pesquisador da área de redação web. E acreditem: eu não gosto de café!

Leave a Comment